Taxa de analfabetismo do MA é mais que o dobro da nacional

Os números mais recentes divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelam que a taxa de analfabetismo no Maranhão é mais que o dobro da média nacional. Enquanto a média nacional registrou uma redução de 6,1% para 5,6% entre os anos de 2019 e 2022, uma diminuição de mais de 490 mil analfabetos em todo o país, o Maranhão apresentou uma taxa de 12,1% no mesmo período. Esses dados são preocupantes, pois indicam uma disparidade educacional significativa no estado.

A pesquisa, intitulada “Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua: Educação 2022”, também apontou que a taxa de analfabetismo maranhense é superior à média do Nordeste, que ficou em 11,7%. Além disso, ao comparar com os demais estados brasileiros, o Maranhão apresentou números melhores apenas do que o Piauí (14,8%), Alagoas (14,4%) e Paraíba (13,6%).

Os resultados da pesquisa ressaltam a importância de investimentos contínuos na área da educação no Maranhão, buscando garantir o acesso à alfabetização e o desenvolvimento educacional em todas as faixas etárias. A coordenadora de Pesquisas por Amostra de Domicílios do IBGE, Adriana Beringuy, observa que a queda na taxa de analfabetismo é um indicativo positivo, mas ressalta a persistência de uma característica estrutural: quanto mais velho o grupo populacional, maior a proporção de analfabetos. Isso sugere a necessidade de ações específicas para alfabetizar pessoas idosas, que não tiveram acesso à educação na infância ou juventude.

Analisando as faixas etárias, a pesquisa revelou que a taxa de analfabetismo é mais elevada entre as pessoas com 60 anos ou mais, atingindo 16,0%. No entanto, é importante ressaltar que essa faixa etária também registrou a maior queda, reduzindo-se em 2,1 pontos percentuais em relação a 2019 e 4,5 pontos percentuais desde 2016. Entre as pessoas com 40 anos ou mais, a taxa foi de 9,8%, enquanto entre aquelas com 25 anos ou mais foi de 6,8%. Já entre a população de 15 anos ou mais, a taxa alcançou 5,6%.

A divulgação da PNAD Contínua: Educação 2022 representa um retorno esperado após a suspensão do suplemento nos anos de 2020 e 2021 devido à pandemia. Durante esse período, houve uma redução na taxa de aproveitamento da amostra, o que impactou a coleta de dados. Agora, os resultados reforçam a importância de investimentos em educação e políticas públicas que visem combater o analfabetismo no Maranhão, principalmente entre as pessoas mais velhas.

WhatsApp

Entre e receba notícias do dia.

Canal WhatsApp

Entre em nosso canal no WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O AUTOR:

Comunicador e Jornalista formado pelo Centro Universitário do Maranhão.

DRT – 2083/MA

E-mail: sampaiowellyngton@gmail.com
Contato/ Whatsapp: (99) 98540-7358


Estamos no Instagram

Estamos no Facebook

Divulgue sua marca aqui

Publicidade

 

 

Publicidade