Petista é preso após matar bolsonarista a facadas em SP

Na tarde de terça-feira (4), o eletricista Luiz Antonio Ferreira da Silva, de 42 anos, foi preso em flagrante por ter assassinado o amigo José Roberto Gomes Mendes, 52, que era apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL), a facadas. A Polícia Civil informou que o crime aconteceu após uma discussão política. O caso ocorreu na avenida Santo André, no bairro Jardim Itapel, em Itanhaém, litoral de São Paulo.

Em seu perfil no Facebook, Gomes Mendes fez várias postagens sobre Bolsonaro ou seus apoiadores. Inclusive, realizou uma publicação contra a população nordestina por ter votado em sua maioria no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no primeiro turno das eleições.

À IstoÉ, a Polícia Civil de São Paulo informou que policiais militares foram acionados para atenderem uma ocorrência de agressão. Quando chegaram ao local, os agentes descobriram que José Roberto havia sido esfaqueado. Na sequência o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e constatou a morte.

Depois a perícia policial esteve no local e a faca utilizada no crime foi apreendida. O corpo de José Roberto foi levado ao Instituto Médico Legal da região, onde foi realizado o exame de necropsia.

O caso foi registrado como homicídio na Divisão de Investigações Gerais (DIG) de Itanhaém.

Fonte: Pleno News

WhatsApp

Entre e receba notícias do dia.

Canal WhatsApp

Entre em nosso canal no WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O AUTOR:

Comunicador e Jornalista formado pelo Centro Universitário do Maranhão.

DRT – 2083/MA

E-mail: sampaiowellyngton@gmail.com
Contato/ Whatsapp: (99) 98540-7358


Estamos no Instagram

Estamos no Facebook

Divulgue sua marca aqui

Publicidade

 

 

Publicidade