Flávio Dino anuncia criação de auxílios emergenciais para cultura, bares e restaurantes

Apoio irá minimizar os impactos das medidas de restrição por conta da pandemia (Foto: Karlos Geromy)

Em coletiva à imprensa, na manhã de sexta-feira (12), no Palácio dos Leões, o governador Flávio Dino anunciou a criação de auxílio emergencial para o segmento da cultura e de bares e restaurantes. O apoio irá minimizar os impactos das medidas de restrição por conta da pandemia do novo coronavírus. Os auxílios serão concedidos em parcela única e valem para os quatro municípios da Grande Ilha. Na ocasião, citou novas medidas restritivas e ações de Governo para impedir o colapso hospitalar no Maranhão.

O auxílio emergencial, no valor de R$ 600, para o segmento da cultura, será creditado até dia 19 de março, em parcela única. Os artistas devem estar cadastrados na Lei Aldir Blanc e a inscrição é feita pela Secretaria de Estado da Cultura (Secma). Outro auxílio caberá ao segmento de bar e restaurantes, para evitar demissão de trabalhadores. Este será concedido em parcela única de R$ 1 mil. Os estabelecimentos devem se cadastrar na Secretaria de Estado da Indústria e Comércio (Seinc).

“Esta é a forma que temos de garantir que, enquanto o auxílio federal não volta, vamos fazer o auxilio emergencial para estes dois segmentos, que estão tendo perdas com o cenário de coronavírus. Estamos buscando, ao máximo, evitar o lockdown, pois, nesse momento, não temos auxílio emergencial para a população. Queremos garantir a autonomia das famílias. Neste momento, basta todos usarem máscaras. Com isso, resolveremos 80% do problema”, frisou Dino. As medidas valem para os municípios da Grande Ilha – São Luís, Raposa, Paço do Lumiar e São José de Ribamar.

Novas medidas

As normas restritivas do último decreto serão mantidas até dia 21 de março, anunciou Dino. Isso inclui o funcionamento do comércio das 9h às 21h; suspensão das aulas presenciais nas escolas públicas e privadas; missas e cultos religiosas terão 30% de ocupação, com seguimento das normas sanitárias; praias, por serem espaços abertos, não serão interditadas nesse momento; e serviço de delivery se mantém até as 23 horas.

A novidade é a suspensão do funcionamento de bares e restaurantes, no período de 15 a 21 de março. Neste segmento se mantém o delivery, até as 23 horas. “O bar e restaurante é lugar propício para que as pessoas não usem máscara. É uma medida que outros estados já adotaram. Vamos fazer essa suspensão neste período”, explicou. Nova coletiva está marcada para a próxima sexta-feira (19), onde serão avaliadas novas medidas.

Governador também anunciou intenção de compra de vacinas (Foto: Karlos Geromy)

O governador divulgou que há um pré-contrato, firmado em reunião com os nove governadores do Nordeste, sobre a negociação, com empresa russa, para a compra de 39 milhões de doses da vacina Sputinik. “Porém, a lei diz que a prioridade da compra de vacinas é do Governo Federal. Conversamos com o Ministério da Saúde para compra desse montante e haverá a aquisição. Caso essa aquisição não seja efetuada hoje, a decisão é que cada estado fará sua compra, inclusive o Maranhão. Continuo no mercado internacional, buscando outras formas de compra, mas, sempre respeitando a prioridade do Governo Federal nestas compras”, informou.

Atualmente, o Brasil é o epicentro dos casos de coronavírus, passando países como EUA, China, Argentina, Canadá e Reino Unido. “O que fez a diferença nestes países para a retração dos casos foi a aplicação da vacina”, enfatizou. O Maranhão está ainda entre os estados com tendência de crescimento e estabilidade na ocupação de leitos, sendo maior na Grande Ilha. Porém, é o estado com menor número de mortes por coronavírus no país.

O governador anunciou aumento para 70% da meta de aplicação das doses recebidas. Com a comprovação desse alcance, o município poderá receber novas doses do Estado. Até o momento, 212 municípios maranhenses já alcançaram aplicação de 60% das doses recebidas. O Maranhão recebeu 515 mil doses de vacinas.

Novos leitos

Governo vai abrir novos leitos na próxima semana (Foto: Karlos Geromy)

Nas próximas semanas, o Governo do Estado vai abrir mais leitos em São Luís (54 na Maternidade de Alta Complexidade; e 72 no HCI), Pedreiras (55), Caxias (26), Bacabal (35). Já está em funcionamento o Hospital de Campanha em Imperatriz e um novo hospital de campanha será aberto, em local a definir, que deve entra em funcionamento no prazo de 15 dias. Anunciou ainda, obras de ampliação em hospitais macrorregionais.

“Temos uma sobrecarga na ocupação de leitos nos hospitais públicos e também privados”, disse. O Governo está expandindo leitos e implantando os hospitais de campanha – um em Imperatriz, já em funcionamento. Este ano, já somam 659 novos leitos abertos na rede estadual.

O governador Flávio Dino citou ocorrência de falta de oxigênio em hospital municipal de Bacabal. “Fomos chamados a auxiliar e a solução encontrada foi ajudar a prefeitura a conseguir oxigênio e realizar transferência de 12 pacientes do município, para a rede estadual em outras cidades. Estamos apoiando a prefeitura de Bacabal nesse problema transitório pelo qual estão passando”, frisou. Não houve óbitos.

O governador destacou que o Maranhão integra o Pacto Nacional pela Saúde, assinado por outros 20 governadores do país. O acordo propõe expansão da vacinação com diversos fornecedores, apoio a medidas preventivas e na ampliação de leitos.

 

A Caixa Econômica Federal começou a solicitar que os usuários das contas digitais criadas em 2020 realizem a atualização de dados no aplicativo Caixa Tem a partir de quinta-feira, 11. A entidade não informou uma data limite para o procedimento, mas frisou que a ação não possui relação direta com o recebimento da nova rodada de pagamentos do auxílio emergencial. O foco do procedimento, de acordo com a instituição, é evitar fraudes e aumentar o nível de segurança dos dados e das movimentações financeiras dos clientes.

No ano passado, por conta do pagamento do auxílio emergencial, foram criadas aproximadamente 105 milhões de contas digitais, das quais 35 milhões representam brasileiros que não possuíam qualquer tipo de relação bancária anteriormente. Surgindo como contas poupanças sociais, o projeto da Caixa por meio da atualização cadastral é de que se possa revalidar os dados informados, de modo a transformar tais contas em poupanças digitais, não mais restritas ao recebimento de benefícios sociais.

Com a validação dos dados, a instituição financeira pretende passar a ofertar aos clientes do Caixa Tem uma nova gama de serviços bancários, como capital de crédito ou ainda empréstimos pessoais. De acordo com sua assessoria de imprensa, a Caixa deverá divulgar em breve um cronograma com mais informativos para auxiliar aqueles interessados em realizar a atualização de dados, os dividindo de forma escalonada de acordo com a data de aniversário para evitar sobrecargas ao sistema.

>> O primeiro passo é acessar o aplicativo no celular, fornecendo CPF e senha numérica de seis dígitos criada anteriormente ou então criar uma senha nova por meio da opção “recuperar senha”.

>> Ao fazer o login no aplicativo, aparecerá em destaque a opção “atualizar cadastro”, também listada no menu principal.

>> Clicando na opção desejada, basta seguir os passos orientados pelo próprio aplicativo

>> Será necessário o envio de uma selfie e também de fotos dos seguintes documentos: RG, CPF e Comprovante de endereço

Alerta para golpe sobre o novo auxílio emergencial

A Caixa alerta ainda que o envio somente deve ser feito por meio do aplicativo Caixa Tem, não solicitando, em hipótese alguma, o envio de qualquer dado de seus clientes por meio de outros canais como ligações telefônicas, mensagens de texto ou pelo WhatsApp.

com informações Agência Brasil

Procedimento pode ser feito totalmente pelo celular

Às vésperas de retomar o pagamento do auxílio emergencial, a Caixa Econômica Federal convida os usuários do aplicativo Caixa Tem a atualizar os dados cadastrais no aplicativo. O procedimento pode ser feito a partir de hoje (14) pelos clientes nascidos em janeiro.

A atualização é feita inteiramente pelo celular, bastando o usuário seguir as instruções do aplicativo, usado para movimentar as contas poupança digitais. Segundo a Caixa, o procedimento pretende trazer mais segurança para o recebimento de benefícios e prevenir fraudes.

Ao entrar no aplicativo, o usuário deve acessar a conversa “Atualize seu cadastro”. Em seguida, é necessário enviar uma foto (selfie) e os documentos pessoais (identidade, CPF e comprovante de endereço).

O calendário de atualização seguirá um cronograma escalonado, conforme o mês de nascimento dos clientes. O cronograma continua na terça-feira (16) para os nascidos em fevereiro, na quinta-feira (18) para os nascidos em março, até encerrar em 31 de março, para os nascidos em dezembro.

Confira o cronograma completo abaixo:

Mês de nascimento Data de atualização
Janeiro 14/3 (domingo)
Fevereiro 16/3 (terça)
Março 18/3 (quinta)
Abril 20/3 (sábado)
Maio 22/3 (segunda)
Junho 23/3 (terça)
Julho 24/3 (quarta)
Agosto 25/3 (quinta)
Setembro 26/3 (sexta)
Outubro 29/3 (segunda)
Novembro 30/3 (terça)
Dezembro 31/3 (quarta)

No ano passado, a Caixa abriu mais de 105 milhões de contas poupança digitais, das quais 35 milhões para brasileiros que nunca tiveram contas em banco. Além do auxílio emergencial, o Caixa Tem foi usado para o pagamento do saque emergencial do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e do Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm).

Uma lei sancionada no fim de outubro autorizou a ampliação do uso das contas poupança digitais para o pagamento de outros benefícios sociais e previdenciários. Desde dezembro, os beneficiários do Bolsa Família e do abono salarial passaram a receber por essa modalidade.

com informações Agencia Brasil

Hoje (14) acontece a maior premiação do mundo da música, o Grammy Awards. E no último domingo (7), os organizadores do evento levaram muitos fãs a loucura com o anúncio dos artistas que irão performar.
A premiação iria acontecer no dia 31 de janeiro, mas teve que ser adiada por conta da pandemia.
A Academia usou as redes sociais para explicar o adiamento da premiação.
“Após muitas conversas com especialistas da saúde, nosso parceiro de transmissão CBS, nosso host e artistas agendados para aparecer, nós decidimos adiar o Grammy para 14 de março de 2021”

Nomes como Billie Eilish , Dua Lipa, Card B e Harry Styles são algumas das atrações

 

Taylor Swift

A cantora Taylor Swift, que recentemente cancelou suas apresentações no Brasil por causa da pandemia, também irá se apresentar no palco do Grammy e concorre em 6 categorias.
O evento começará as 19 horas (9 da noite horário de Brasília) e será apresentado pelo comediante Trevor Noah, do Daily Show.

Por Lucas Barros

A filha foi presa em flagrante por violência doméstica dolosa. Ela já passou por audiência de custódia e irá responder em liberdade.

Uma mulher de 67 anos foi agredida por sua filha de 48 anos por tentar ir à igreja em meio a pandemia do novo coronavírus. O caso aconteceu na última segunda-feira (8), em Campo Grande (MS).

De acordo com as informações, a filha morava com os pais há dois anos, pois eles estavam com problemas de saúde. Segundo registrado pela polícia, a mulher passou a beber e a ficar muito agressiva.

“Nesse dia, ela havia bebido muito, e a mãe se arrumou com máscara e tudo e falou que ia para a igreja. A filha disse que ela não ia, e passou a segurar e a chacoalhar a mãe com força”, descreve a delegada Sueli Araújo Lima Rocha.

Delegada Sueli Araújo Lima Rocha

Conforme disse a delegada, a filha não queria que a mãe saísse por conta do aumento dos novos casos da Covid-19. O pai se envolveu na história, e tentou defendê-la.

A mulher unhou a mãe e deixou cortes com sangramento. A vítima acionou a Polícia Militar e ambas foram encaminhadas à Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).

A filha foi presa em flagrante por violência doméstica dolosa. Ela já passou por audiência de custódia e irá responder em liberdade.

“Vale ressaltar que mulheres também podem responder pela Lei Maria da Penha, principalmente quando se verifica a violência de gênero diante da subordinação da mulher em relação à outra”, explicou a delegada.

com informações F gospel

As pesquisas da Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (ABRACOPEL) registraram no último ano mais de 1.500 acidentes de origem elétrica e apontam o Nordeste como a região que se mantém desde 2013 em primeiro lugar em números de acidentes com eletricidade.

Por isso a Equatorial Maranhão alerta a população para possíveis acidentes envolvendo eletricidade no que diz respeito ao manuseio da rede elétrica em áreas externas. De acordo com a empresa, é muito importante que a conscientização de que qualquer interferência na rede de distribuição pode causar acidentes graves e muitas vezes fatais.
O técnico de segurança da Equatorial Maranhão, Marcos Tullio Conceição, aponta as situações de perigo que esses procedimentos ocasionam. “Intervenções na rede elétrica só podem e devem ser feita por profissionais habilitados e/ou autorizados para tal. É expressamente proibido que terceiros, sem qualquer qualificação façam procedimentos na rede elétrica. Somente profissionais da Equatorial Energia estão habilitados para isso”, afirma Marcos Tullio.
Outro ponto a se destacar é o furto de energia. Um procedimento criminoso, que representa grandes perigos e gera enormes prejuízos à sociedade. Um levantamento feito pela Equatorial Maranhão apontou que em de 2020 foram realizadas 29.945 regularizações de instalações elétricas só no sul estado, sendo 156.045 em todo o Maranhão.
Pelo site da Equatorial (www.equatorialenergia.com.br) a população pode informar sobre situações inseguras que provocam riscos à sociedade, como ocorrências de queimadas por terceiros próximo à rede de energia elétrica, acidentes devido ao contato (intervenção) com o sistema elétrico, quebra de poste por acidente de carro, dentre outros.


A Equatorial orienta ainda que se alguém for vítima de choque elétrico dentro da unidade consumidora, não se deve tentar tocar na pessoa que está recebendo a descarga. A melhor forma de ajudar é desligar o disjuntor ou a chave geral e ligar para a emergência no 193 ou 192. Se o acidente for em via pública, além das orientações já mencionadas, é preciso acionar a distribuidora pelo telefone 116 para que seja feito o desligamento da energia. Casos de atitudes suspeitas com interferência na rede de energia elétrica e nos medidores devem ser denunciados por meio da Central 116, ou para a polícia no 190.

SOBRE O AUTOR:

Comunicador e Jornalista formado pelo Centro Universitário do Maranhão.

DRT – 2083/MA

E-mail: sampaiowellyngton@gmail.com
Contato/ Whatsapp: (99) 98540-7358


Estamos no Instagram

Estamos no Facebook

Divulgue sua marca aqui

Publicidade

 

 

Publicidade