Padrasto é preso por estuprar e engravidar jovem com deficiência mental em Codó

Um padrasto foi preso em Codó, acusado de estuprar e engravidar sua enteada, uma jovem de 23 anos com deficiência mental. O crime foi denunciado pela mãe da vítima, que notou que a filha estava com a menstruação atrasada e apresentava sintomas de gravidez. As informações são do Marco Silva Notícias.

A jovem foi submetida a um exame médico, que confirmou que ela estava grávida de três meses. O padrasto foi preso em flagrante e encaminhado para a delegacia de polícia.

A vítima, que não teve sua identidade revelada, é portadora de deficiência mental e se encontra em uma posição de extrema vulnerabilidade. A mãe da vítima afirmou que confiava na figura do padrasto e nunca desconfiou que ele poderia ser o responsável por abusar de sua filha.

WhatsApp

Entre e receba notícias do dia.

Canal WhatsApp

Entre em nosso canal no WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O AUTOR:

Comunicador e Jornalista formado pelo Centro Universitário do Maranhão.

DRT – 2083/MA

E-mail: sampaiowellyngton@gmail.com
Contato/ Whatsapp: (99) 98540-7358


Estamos no Instagram

Estamos no Facebook

Divulgue sua marca aqui

Publicidade

 

 

Publicidade