Desembargador Antônio Bayma é reconduzido ao cargo pelo CNJ

Por unanimidade, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) reverteu nesta sexta (12) a decisão que afastou cautelarmente o desembargador Antônio Fernando Bayma Araújo do Tribunal de Justiça do Maranhão. A análise do processo administrativo disciplinar, com placar de 15 a 0, concluiu que não há evidências que justifiquem o afastamento do magistrado.

Em outubro de 2023, Bayma juntamente com o desembargador Guerreiro Júnior, que segue afastadao, foi temporariamente removido de suas funções no Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA). A ação foi motivada por suspeitas de irregularidades vinculadas ao projeto de construção do Fórum de Imperatriz.

Durante o período em que os magistrados estavam à frente do TJMA, surgiu uma reclamação relacionada ao contrato firmado com a LN Incorporações Imobiliárias LTDA, a empresa encarregada da obra. Especificamente em relação a Bayma, o conselheiro Luis Felipe Salomão, atuando como relator, destacou uma potencial incoerência na transferência do terreno destinado à construção. Investigação interna do TJMA levantou a possibilidade de um conflito de interesses, dado que o proprietário do terreno poderia beneficiar-se da valorização de imóveis locais devido à edificação do novo fórum em uma região desabitada e desprovida de serviços públicos essenciais.

informações fornecidas pelo Imparcial

Os estados que integram o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal (Consórcio Amazônia Legal) contarão com um importante reforço para ampliar a regularização fundiária em seus territórios: a plataforma on-line Terras do Brasil. O recurso foi lançado pelo Governo Federal nesta sexta-feira (12) durante o 27º Fórum de Governadores da Amazônia Legal, realizado na cidade de Rio Branco, no estado do Acre.

A ferramenta foi desenvolvida a partir de parceria do Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (MDA) com o Instituto de Terras do Pará (Iterpa) e reúne uma base de dados com mapas interativos, gráficos estatísticos e painéis de transparência. A plataforma também permitirá o cruzamento de informações dos órgãos estaduais possibilitando mais celeridade no processo de regularização fundiária.

Durante o Fórum de Governadores da Amazônia Legal também foi assinado acordo de cooperação técnica entre o MDA e o Governo do Maranhão para o Programa Nacional do Crédito Fundiário. A ação contribui diretamente com a redução da pobreza rural e promove o fortalecimento da agricultura familiar.

“Debatemos parcerias na questão da regularização fundiária e do crédito fundiário. É um importante passo que damos no nosso governo em parceria com o governo do presidente Lula, fazendo com que as pessoas tenham o seu título de terra. Eu tenho defendido isso através do programa Paz no Campo, e assinamos o termo de parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário. Vamos dar um salto gigantesco nessa área”, assinalou o governador Carlos Brandão.

Ao longo do Fórum também foram debatidas ações de combate à fome e garantia da segurança alimentar. O Maranhão foi apresentado como destaque positivo nessa área, inclusive compartilhando informações sobre as políticas públicas desenvolvidas. Segundo o ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias, a experiência será levada a outros estados.

“A partir da experiência do estado do Maranhão queremos trabalhar esse conhecimento voltado para as pessoas que mais precisam tanto na regularização fundiária quanto para garantir condições para que as pessoas possam dar passos para se desenvolver em cada um dos estados. O Maranhão é um bom exemplo para o Nordeste e para o Brasil”, destacou o ministro Wellington Dias.

Outros assuntos foram abordados durante o encontro como a participação na COP 30 que será realizada em 2025 na cidade de Belém (PA) e que deve reunir representantes de todas as partes do mundo para tratar das mudanças climáticas e formas de preservação ambiental; além do debate sobre o Fundo Amazônia; renegociação de dívidas; e contrato de rateio e inadimplência dos Estados.

O governador do Acre, Gladson Cameli, frisou a importância do compartilhamento de experiências e união dos estados brasileiros na busca pela superação dos diversos desafios enfrentados, como a preservação ambiental e a inclusão social.

“A COP 30 precisa ter o protagonismo de nós que vivemos aqui na Amazônia para mostrar e discutir os nossos problemas. Quem deve pautar somos nós. Temos mais de 27 milhões de amazônicos que precisam de oportunidades e para resolver estas oportunidades dentro da nossa casa devemos estar unidos”, declarou Gladson Cameli.

O 27º Fórum de Governadores da Amazônia Legal contou com a presença de representantes dos nove estados que integram a Amazônia Legal e teve ainda a presença de autoridades do Governo Federal.

Pesquisadores da Universidade de Houston, nos Estados Unidos, descobriram que basta 15 minutos de atividade física com intensidade moderada para aumentar a imunidade. O trabalho foi apresentado neste mês durante o encontro anual da Sociedade Americana de Fisiologia, que aconteceu em Long Beach, Califórnia, nos EUA.

De forma mais específica, o curto tempo de exercícios foi suficiente para elevar o número de células (Natural Killer), que fazem parte da primeira linha de defesa do sistema imunológico e ajudam a identificar agentes invasores, como vírus e bactérias.

“Mobilizar mais dessas células pode levar à proteção do corpo contra infecções, reduz a probabilidade de desenvolver certas doenças e ajuda a melhorar os desfechos de alguns diagnósticos por meio do controle das infecções de forma mais eficaz”, explica Rebekah Hunt, pesquisadora da Universidade de Houston e primeira autora do estudo, em comunicado.

Os responsáveis explicam que pesquisas anteriores já haviam mostrado que o exercício aumenta o número de células NK na corrente sanguínea, mas o novo revelou como pouco tempo, na intensidade moderada, já consegue levar a esse efeito benéfico.

Para chegar aos resultados, os cientistas recrutaram 10 voluntários, com idades entre 18 e 40 anos, que se exercitaram numa bicicleta ergométrica por 30 minutos. O sangue dos participantes foi coletado antes da sessão e, novamente, nas marcas de 15 e de 30 minutos.

A análise das amostras revelou que já na primeira observação, somente 15 minutos depois de os voluntários terem começado a pedalar de forma intensa, o nível das células NK já havia subido. No entanto, não continuou a aumentar na marca de 30 minutos.

“Nossos resultados não apontam para uma vantagem clara em termos de aumento das células NK na corrente sanguínea ao se exercitar por mais de 15 minutos em uma intensidade moderada”, diz Hunt.

Os cientistas acreditam que esse efeito positivo pode ser particularmente importante para pacientes oncológicos, já que as NK são conhecidas por matar células cancerígenas. Uma série de estudos já mostraram como ter uma rotina ativa de atividade física pode não apenas ajudar a prevenir tumores, como levar a melhores desfechos durante o tratamento.

Em 2022, um trabalho publicado na revista científica Cancer Research, por pesquisadores da Universidade de Tel Aviv, em Israel, analisou dados de 2.734 indivíduos acompanhados durante um período de 20 anos e constatou 72% menos casos de câncer metastático (que se espalha para outros órgãos) entre aqueles que praticavam regularmente atividade aeróbica de alta intensidade.

Para os cientistas do novo estudo, a observação de que somente 15 minutos já ativam as células NK pode encorajar aqueles que têm pouco tempo na rotina para inserir a atividade física.

A intensidade do exercício pode ser medida por meio do esforço cardiovascular e respiratório necessário. Quando é possível conversar com outra pessoa durante a prática normalmente, por exemplo, considera-se que a atividade é leve. Já a de intensidade moderada a alta, mais importantes para alcançar o efeito observado no novo estudo, deixa o indivíduo mais ofegante, sem conseguir manter uma conversa por muito tempo.

informações fornecidas pelo O Globo

Um homem identificado como Francisco, conhecido também como Índio, foi assassinado com disparos de arma de fogo na noite de quinta-feira (11), no Parque Vitória, zona sul de Teresina. Na ação dos bandidos, uma criança de quatro anos, acabou sendo baleada com três tiros e morreu.

Segundo informações de policiais do 22º Batalhão da Polícia Militar, a criança, do sexo feminino, seria filha do homem que foi assassinado. A motivação do crime ainda está sendo investigada pela polícia. Segundo a PM, a vítima já teria passagem pela polícia.

Pelo menos seis homens armados invadiram a casa da vítima e efetuaram os disparos. A criança, segundo informações apuradas pelo repórter Kilson Dione, estaria finalizando as tarefas escolares, quando foi atingida com um tiro.

O Sargento Nascimento, em entrevista, disse seis homens encapuzados invadiram a casa e efetuaram os disparos. A criança estava na sala, terminando a tarefa da escola, e também foi atingida, morrendo em seguida, na unidade hospitalar do Promorar. O pai tentou escapar, mas foi morto no banheiro da casa.

“A primeira informação que tivemos no local foi que seis homens encapuzados adentraram à casa e dispararam várias vezes. A criança estava na sala, havia acabado de fazer o dever de casa e já estava se preparando para ir dormir, quando os indivíduos chegaram e atiraram, a criança foi atingida por três disparos”, disse o policial.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada para socorrer a criança, encaminhada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Promorar, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

O local do crime foi isolado pela Polícia Militar e a perícia criminal realizou os procedimentos necessários. Em seguida, o Instituto de Medicina Legal removeu o corpo do homem. O Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar o caso.

informações fornecidas pelo Meio Norte

Nos bastidores da política codoense, o nome do médico Dr. Cláudio Paz desponta para ocupar a posição de vice na chapa do prefeito, Dr. Zé Francisco, nas eleições de 2024 em Codó.


Durante o ato de filiação de Dr. Zé Francisco ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), Dr. Cláudio Paz declarou apoio à reeleição de Zé Francisco, fortalecendo ainda mais os laços políticos entre ambos. Em uma recente entrevista no Confidencial Podcast, Dr. Cláudio foi questionado sobre a possibilidade de ser vice de Zé Francisco onde expressou empolgação.

Com a filiação de Cláudio Paz ao PRD, partido integrante da base aliada de Zé Francisco, aumentaram os rumores e as especulações sobre a possibilidade de ele ser escolhido como vice na chapa de reeleição do atual prefeito de Codó.

SOBRE O AUTOR:

Comunicador e Jornalista formado pelo Centro Universitário do Maranhão.

DRT – 2083/MA

E-mail: sampaiowellyngton@gmail.com
Contato/ Whatsapp: (99) 98540-7358


Estamos no Instagram

Estamos no Facebook

Divulgue sua marca aqui

Publicidade

 

 

Publicidade